Categorias:

Paris gastronômica

França / Gastronomia / Paris .

Desculpeeeem pela longa ausência durante o carnaval, mas fui com o marido e meus sogros visitar Verona e Paris e esta semana está super busy (novidades coming!)…

Em 2011, como boa então estudante de Relações Internacionais, passei um tempinho em Paris estudando a língua francesa, a cultura local etc. Sempre tive meus cantinhos favoritos na cidade, mas nunca me preocupei em fotografá-los (não tinha um blog e nem um iPhone como meus amigos – eu era A-EXCLUÍDA do mundo tecnológico com um tijolão que comprei lá só pra encaixar um chip e fazer ligações básicas.. enfiiim…).

Esta foi a primeira vez que voltei à cidade depois da temporada maravilhosa que passei por lá, então tentei fazer um tour geral com meus sogrinhos pela cidade para mostrar mais ou menos os meus cantinhos favoritos na cidade e, é claro, para trazê-los para quem estiver com planos de visitar a cidade-luz!

Mais do que falar sobre os pontos turísticos ‘clichês’ que todo mundo já conhece (mas que, é claro, são ‘incontournables’ para quem está indo lá pela primeira vez), como a Torre Eiffel, o Arco do Triúnfo, a Notre-Dame etc., queria trazer para vocês algumas informações práticas e lugares bonitinhos para viver mais o clima da cidade e encontrar coisinhas diferentes (principalmente gastronômicas) que saiam da mesmice. Então vamos lá…

Dicas culinárias para os que gostam da coisa:

Sei os primeiros dois lugares não vão ser uma novidade para muita gente, mas, sim, há muitos first-timers que ignoram solenemente estes lugares tão tradicionais de Paris que tem aquele charme típico parisiense: a Fauchon e a Maison de la Truffe (quem me contou desta foi a minha sogra). As duas lojas/restaurantes estão localizadas ambas na Place de la Madeleine, bem próximas uma da outra.

Fauchon eu recomendaria mais para aquelas pessoas que querem levar um pedacinho gourmet de Paris, como compotas diversas, vááários tipos de foie gras diferentes, inúmeras geleias diferentes e também chocolates e queijos. Dá para comer lá também (a Fauchon tem duas lojas, uma delas tem um bistrozinho), mas eu acho mais charmoso você comprar coisinhas na délicatessen e ir fazer um picnic em um parque charmosérrimo em Paris!

fauchon paris gastronomia dicas blog feito com glamour fauchon paris

Já a Maison de la Truffe eu recomendo a todos que puderem ir (e que gostem de trufas, é claro!) para um almoço todo trufado (tem opções para quem não é chegado em trufas, mas aí não tem graça né). Recomendo muuuito o risotto de trufas negras e este mesmo risoto com lagostins. Uma delícia!! De entrada pedi um ovo pochet trufado com altas expectativas, mas foram todas frustradas quando veio um ovo pochet…. gelado! #nãocurti. O mil folhas de trufas que pedi de sobremesa foi, no mínimo, diferente, mas muito gostoso!

trufas dicas de paris

o ovo pochet frustrante da minha life

dicas de paris maison de la truffe

mil folhas deliii!

Ainda na Place de la Madeleine, não deixe de reservar um jantar no Marché de Lucas, que tem uma atmosfera legalzinha, um serviço excelente (muito difícil de encontrar em Paris) e, o mais importante, uma comida ótima, com um set menu surpresa escolhido pelo chef. Fica meio escondido, no segundo andar do Lucas Carton. O endereço é Place de la Madeleine, 9. (assim que tiver as fotos eu posto aqui)

Bem no coração do Cour du commerce St. Andre estão algumas das minhas lojas preferidas para comprar ingredientes: Première Pression Provence e a confeitaria La Boutique. Na PPP, gosto muito de comprar azeites e molhinhos, principalmente a base de trufas, como mostarda, pesto, vinagre balsâmico e até sal de trufas. Também gosto de comprar compotinhas, foie gras e temperos, como as ervas de provence e flores de sal de diversos lugares.

IMG_6306 premier pression provence paris

Já a La Boutique tem a proposta um pouco diferente, total confeitaria, com um vidro que deixa você ver o que está rolando na cozinha e como os confeiteiros estão fazendo os doces. Achei super legal! Você não pode deixar de provar um dos doces expostos, que são deliciosos! Comemos um mil folhas e um que parecia que era envolto com sorvete e com torta por dentro, que era MARAVILHOSO! Não deixe de levar também um kit com bolinhas de chocolates com temperos diversos, como alecrim e pimenta, para você cozinhar quando chegar em casa!

IMG_6302 IMG_6300

A Cour du Commerce Saint Andre fica no Boulevard Saint-Germain, bem em frente à Praça do Odéon e tem, além destas lojinhas, vários cafés legais para você sentar e ‘boire un verre‘.

Um pouco mais turístico, mas não menos cool é o Kong Bar, um bar/restaurante que fica no andar de cima da loja do Kenzo, entre o prédio da Louis Vuitton e a Samaritaine, ou seja, no coração de Paris! O andar de baixo do Kong é um bar descoladíssimo que vira boate mais tarde. O restaurante fica no andar de cima e é cercado de vidro, com vista para toda a cidade-luz. Mas é preciso especificar beeem que você quer uma mesa no salão principal quando você for reservar, porque senão eles podem te colocar em um lugar fechado, meio enclausurado. O Kong foi todo decorado por ninguém menos que Philippe Stark, tá bom pra você??? A comida e os drinks são maravilhosos também! Só não espere um serviço muito bom das garçonetes esnobes do lugar, que se acham o último biscoito do pacote.

gabriella zacche paris dicas

kong bar kenzo paris

 

IMG_6369IMG_6380

(sorry pela qualidade da imagem, mas só comprei uma câmera nova no último dia da viagem.. culpa do meu marido)

Por último, quero sugerir para vocês a ruazinha super charmosa no quartier latin, pertinho do Boulevard Saint-Michel, cheia de restaurantes típicos franceses, cafés charmosíssimos e, um pouco menos glamouroso, kebaberias e lojinhas de souvenir (bleh). É a Rue de la Harpe. Sugiro o fondue e o raclette (a carne também estava deliciosa) do restaurante Le Chalet Saint-Michel. Para tomar uma cervejinha ou um champagne ou vinho, sugiro este que é, para mim, um dos cafés mais legais de Paris (boas memórias!), que é o La Taverne de Cluny.

onde comer em paris. Paris gastronômica gabriella zacche feito com glamour

Início da Rue de la Harpe e o La Taverne de Cluny

Tem um último lugarzinho, que não fui lá desta vez, mas foi onde eu comi o melhor croque madame DA-VIDA, que é o Café du Luxembourg, que fica no Boulevard Saint-Michel, esquina com os Jardins de Luxembourg.

Bom gente é basicamente isso, espero que tenham gostado das dicas dessa Paris gastronômica!!