Categorias:

Passando o Réveillon Fora do Brasil!

Oi people!

Sempre quando chega essa época do ano, ficamos pensando se aproveitamos ou não a semaninha que temos entre natal e ano novo para fazer uma viagem ou se ficamos por aqui mesmo para passar o natal com a família e o ano novo em uma festa bombante, certo?!

Então, resolvi fazer um post para vocês contando a minha experiência passando a festa de ano novo fora do Brasil! Fazem já alguns anos desde a última vez que passei a data aqui no Brasil. Comecei na passagem de 2010 para 2011, que foi em Dubai e, na minha última vez – esse ano – passei no Cambodia. Mas vamos em ordem, né?!

(desculpem a má qualidade das imagens. A maioria foi tirada à noite com iPhone. Não pode dar muito certo… kkkk)

Réveillon em Dubai

É, sem dúvidas, um dos réveillons mais bonitos do mundo, com uma queima de fogos incrível no Burj Khalifa. Mas também foi o maior perrengue DA VIDA kkkk… Fomos ver a queima de fogos sem ter reservado nadinha (que amadorismo, hein!), só para ficar ali na praça do Dubai Mall vendo tudo. Recomendo MUITO MUITO fortemente que vocês não façam o mesmo.

Reservem um restaurante bom, com uma festinha depois e com comida e lugares bons para sentar. Ir para o Burj Khalifa simplesmente para assistir à queima de fogos é uma furada. E você ainda nem consegue taxi depois. Foi muito perrengue!

dubai new year réveillon ano novo ano novo dubai

Ano novo em Paris

Logo depois do meu Ano Novo frustradíssimo em Dubai, foi a vez de Paris, porque era onde eu estava morando. Desta vez, já não dávamos mais a mínima para queima de fogos (kkkk) – e também soubemos que a prefeitura de Paris iria proibir -, e tratamos de reservar um bar/restaurante/boate para passar a noite.

Fomos na boate Duplex, que fica ali pertinho do Arco do Triunfo. Ela é subterrânea e super charmosa e legal! Pagamos um total de 300 euros por pessoa (eu acho) e incluía o jantar com champagne e vinho e acesso à boate, que fica ainda em um nível inferior ao restaurante.

réveillon paris duplex club ano novo em paris

Comemos super bem, tinha foie gras, pato, lagosta etc. e recomendo o lugar para todo mundo!

*Cuidados que devem ser tomados: Na noite do Réveillon, o metro é gratuito. Porém, ele continua fechando às 2h da manhã! Então, cuidado para não perder o metro se você estiver longe do seu hotel e guarde tempo para as trocas de linha, se houver.

Mesmo se você já estiver dentro, mas fazendo baldeação, e der 2h da manhã, você perde seu outro trem e é MUITO difícil achar taxi nessa noite. Aconteceu isso com a gente (estávamos trocando de linha e o metro fechou) e ficamos rodando mais de 1h para achar taxi. 🙁 E quando você acha, as pessoas ficam assediando o motorista e oferecendo rios de dinheiro para ele tirar você do carro e pegar essas pessoas.

 

Réveillon na África do Sul

Imagino que este seja um lugar que ninguém vai só para passar o Réveillon, até porque não tem nada de especial no dia. Apesar disso, foi uma das festas de réveillon mais animadas que eu já fui. Aproveitamos essa semaninha de folga no trabalho para conhecer o país, fizemos safári no Kruger Park etc. Mas o ano novo mesmo, passamos em Cape Town, no Table Bay Hotel.

A festa termina cedo, mais ou menos às 2h da manhã – até para ninguém ficar cansado para passear no dia seguinte -, mas não deixa de ser super animada. Primeiro, fizemos um jantar no restaurante do hotel, que foi super completo: há, ao todo, 3 restaurantes no hotel (eu acho), e são três tipos diferentes de jantar. Nós escolhemos o jantar francês, que foi super bom!

Depois do jantar, há um queima de fogos, e a festa acontece em um outro local, com open bar – os brasileiros amam kkkkk – e música de night mesmo! Super recomendo!

Ano Novo no Camboja

Esse Réveillon, que foi no Belmond La Résidence d’Angkor tinha tudo para ser demais: jantar com show ao vivo, danças típicas, queima de fogos, jogar lanterninhas no rio com os nossos desejos e festa depois. Mas foi bem desanimado kkkkk… O jantar não foi tão bom assim, o show ao vivo, cantado por uma inglesa, foi com músicas bem desanimadas, e o show típico foi um pouco entediante.

É claro que, se você estiver viajando pela Indochina, vale à pena passar o ano novo por lá por causa da viagem, mas fique sabendo que o réveillon não é dos mais animados!

A festa foi ainda mais decepcionante: o gerente colocou caixas de som e o DJ para tocar no lobby do hotel, sem aproveitar todo o cenário que eles tinham feito do lado de fora! Não ficou bom não… kkkkk

Valeu à pena pela companhia e nós acabamos animando a festa, mas não recomendo para quem estiver querendo animação!

revéillon festa camboja belmond ano novo camboja siem reap

Espero que vocês escolham o lugar certo para passar essa noite incrível!

Beijinhos