Categorias: Beleza

Como Escolher a Base? O que Você Precisa Saber!

Beleza / Dicas / Maquiagem .

#QuemNunca comprou uma base na loja e, quando chegou em casa, viu que a cor era totalmente diferente da sua pele (e tentou trocar mas, duh, a make já estava aberta/usada!)? Fique calma! Esse post é especialmente para você, a louca das bases.

como escolher a cor da base gabriella zacche

A regra de ouro na hora de escolher a base é: nunca testar o produto no seu punho, já que ele é, geralmente, bem mais claro que a pele do seu rosto. Também nada de peito da mão ou outra área do corpo. O teste real da base é no seu próprio rosto.

A segunda coisa importante é você observar a diferença de tonalidade entre o seu pescoço/colo e o seu rosto. À partir daí, você pode ir com o tom do seu rosto se a diferença não for grande ou achar um intermediário entre os dois. Às vezes, ir com o tom do pescoço direto pode dar um ar muito artificial para a sua make.

terceira regrinha já é o que diferencia as mulheres das garotas! kkkkk… Cada uma de nós tem um ‘tom’ – o famoso undertone – da pele (o que fica por ‘baixo’). Ele pode ser quente, frio ou neutro.

As peles com tons quentes geralmente aparentam uma coloração mais alaranjada/dourada. Depois de tomar sol, as pessoas com tons de pele quentes tendem a ficar bronzeada/escurecer.

Já as peles frias puxam a pele para colorações mais rosadas, lilazes, azuis ou mais esverdeadas/oliva para quem tem a pele mais escura.

As neutras tem características quentes e frias quando combinada com olhos e cabelos. É um pouco mais difícil e sutil para se identificar.

Você pode descobrir o tom da sua pele por algumas formas. As mais fáceis, na minha opinião, são: ver se suas veias do punho são mais azuladas (tons frios) ou esverdeadas (tons quentes). Se for uma mistura das duas coisas, seu tom é neutro.

Também vale checar se você fica mais bronzeada ou vermelhinha depois de tomar sol. \

Os tons de base para as peles quentes seguem a mesma diretriz e tem tons visivelmente amarelados/avermelhados/alaranjados, assim como os tons frios de base tendem ao azulado/verde-oliva.

Também é muito importante você testar a sua base em luminosidades diferentes. Às vezes, quando vamos à loja comprar a base, a luz é diferente da natural (aliás, sempre!). Então, quando você sai na rua, já muda tudo.

dica é passar a base que você se identificou no rosto todo dentro da loja e passar o dia com ela, olhando várias vezes ao dia no espelho para ver se a cor está legal. Essa dica também vale para testar a durabilidade da base e o quanto ela vai permitindo que a oleosidade passe.

Se depois de tudo isso você tiver comprado a base errada, vale fazer uma misturinha para equilibrar ou comprar um tom no oposto do que você comprou para fazer os contornos e a iluminação da pele

Espero que o post tenha ajudado vocês na próxima compra de base!